Etiquetas

, , ,

Polícia Federal detona a 19ª fase da Operação Lava Jato – Nessun Dorma

Foto Polícia Federal do Brasil. -Curitiba/PR / BC, SC, Brasil – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã, 21/09, a 19ª Fase da Operação Lava Jato, intitulada Nessun Dorma, em Curitiba/PR.

Cabe assinalar que informação foi distribuída pela Agência da Polícia Federal, no mesmo dia 21 de setembro.

Diz a nota oficial que, cerca de 35 policiais federais cumprem 11 mandados judiciais, sendo sete mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e dois mandados de condução coercitiva, nas seguintes cidades: Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro.

Os trabalhos decorrem do avanço das investigações nas fases 15, 16 e 17 da Operação Lava Jato. Nessa fase, um dos focos é a continuidade da investigação de um denunciado na 15ª Fase – Conexão Mônaco e de empreiteiras já investigadas na Operação Lava Jato.

De acordo com as investigações, essas pessoas possivelmente intermediaram pagamentos de vantagens indevidas a agentes públicos e políticos no exterior, em decorrência de contratos celebrados na Diretoria Internacional da Petrobrás.

Segundo a informação divulgada pela PF, foi verificado também que uma das empresas sediadas no Brasil recebeu cerca de R$ 20 milhões, entre 2007 e 2013, de empreiteiras já investigadas na operação, sob a acusação de pagamento de propinas para obtenção de favorecimento em contratos com a estatal.

Em outro foco, foram cumpridos mandados de busca e realizada a prisão preventiva de um executivo relacionado à 16ª fase – Operação Radioatividade e 17ª fase – Operação Pixuleco, a partir dos elementos que o apontam como tendo realizado pagamentos de vantagens indevidas a agentes públicos já investigados nessas fases.

Os presos serão trazidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba/PR onde permanecerão à disposição do juízo da 13ª Vara da Justiça Federal.