Etiquetas

oto Polícia Federal do Brasil. -

oto Polícia Federal do Brasil. –

BC, SC, Brasil. – A PF concluiu hoje (12) as buscas no veleiro holandês que resultou na apreensão de aproximadamente 615 Kg de cocaína que seguia em direção a Europa, em Recife.

De acordo com nota oficial, após três dias de buscas, a droga foi encontrada escondida no reservatório de água e no tanque de combustível, essa foi a maior apreensão de cocaína da história no Estado de Pernambuco. O holandês que já havia sido preso em 2007 por tráfico de drogas na França.

O acusado foi autuado por tráfico de internacional pela PF e já encontra-se recolhido no sistema prisional, onde segue à disposição da Justiça Federal.

500 kg de maconha no Paraná

A Polícia Federal apreendeu no dia 11 de agosto cerca de 500 kg de maconha na Vila Bananal. Esta ação faz parte da Operação Visibilidade Nau, que visa intensificar o policiamento no Rio Paraná e no Lago de Itaipu.

Segundo Agencia de Noticias da PF, policiais federais realizavam patrulhamento no Lago de Itaipu quando identificaram uma embarcação que estava nas margens brasileiras em direção ao Paraguai. Os policiais se deslocaram até o local e iniciaram buscas na região, encontrando 500 kg de maconha que estavam depositadas na mata ciliar.

A droga foi apreendida e encaminhada à Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

Mulher com cocaína no aeroporto de São Paulo

Os federais apreenderam nesta terça-feira (11) mais de 2 Kg de cocaína com uma passageira no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos.

Policiais federais, com o auxílio de cães farejadores, realizavam fiscalização de rotina na fila do check-in de voo com destino a Bruxelas/Bélgica e selecionaram para revista uma mulher natural da Letônia, após a indicação do animal. Em uma sala reservada foi realizada busca pessoal e revista das bagagens sendo localizada sob suas vestes, mais de 2 Kg de cocaína pura distribuída em 11 invólucros.

A mulher foi presa em flagrante e conduzida ao presídio feminino da Capital, onde permanecerá à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Quadrilha especializada em fraudar o INSS em Alagoas

Forças da PF deflagraram no dia 11 de agosto, com o apoio do Ministério da Previdência Social, a última fase da Operação CID-F (fase final) para prender membros de uma quadrilha especializada na concessão fraudulenta de benefícios pagos pelo INSS. Médicos-peritos, contadores e servidores do INSS robusteciam esta quadrilha de fraudadores. Estima-se que os prejuízos aos cofres públicos ultrapassem R$ 10 milhões.

Segundo nota da PF, essa fase da operação é um desdobramento da Operação CID-F, deflagrada em junho de 2011, que investigava uma quadrilha que se utilizava de empresas diversas para inserção de vínculos fictícios nos sistemas informatizados da Previdência Social, visando à obtenção de benefícios previdenciários, dentre outros, de auxílio-doença, aposentadorias por invalidez e por tempo de contribuição.

Policiais federais deram cumprimento a um mandado de prisão preventiva, a dois mandados de condução coercitiva e a quatro mandados de busca e apreensão. Uma pessoa encontra-se presa na Sede da PF em Alagoas, oportunidade em que está sendo prestados esclarecimentos no interesse do inquérito policial instaurado. O Ministério Público Federal em Alagoas acompanhou todas as investigações.

Existem evidências de que a quadrilha já vinha atuando há alguns anos. Os acusados poderão responder pelos crimes de estelionato qualificado, formação de quadrilha, falsidade ideológica, uso de documento falso, inserção de dados falsos em sistema de informações, corrupção ativa e passiva, além do crime de falsa perícia. As penas somadas podem atingir mais de quarenta anos de prisão.

Será concedida entrevista coletiva, nesta tarde, 11 de agosto, às 16h, na Sede da Polícia Federal, localizada na Av. Walter Ananias, em Jaraguá, em Maceió/AL.

Operação Dia dos Pais contra o tráfico de drogas

A Polícia Federal apreendeu no dia 10 de agosto cerca de 160 kg de drogas e prendeu três pessoas, em Sergipe. A ação é resultante dos trabalhos desenvolvidos na Operação Dia dos Pais, deflagrada com o objetivo de evitar a entrada de entorpecentes, armas no Estado.

A PF montou barreiras policiais em locais estratégicos em alguns pontos de alguns municípios sergipanos. O primeiro flagrante ocorreu na capital, quando da abordagem de um veículo ocupado por um casal natural de Petrolina/PE.

Denúncia anterior recebida pelos policiais dava conta de que o referido casal praticava o transporte de drogas para a região, motivo pelo qual foi encaminhado até a sede da PF para realização de busca veicular detalhada. Após o desmonte do automóvel, 20 kg de cocaína pura foram localizados escondidos no interior no tanque de combustível.

Diz nota oficial, distribuída por Agencia de Noticias da PF, o segundo flagrante ocorreu no município de Cristinápolis/SE, na BR-101, quando foram encontradas, na carga transportada por carreta, caixas de papelão contendo 140 kg de maconha, divididos em tabletes.

O motorista do caminhão e o casal do veículo foram presos e indiciados por tráfico interestadual de drogas.

Tráfico de drogas no Espírito Santo

Na madrugada desta segunda-feira, 10, a prisão em flagrante de 9 homens que tinham a posse de 635 kg de maconha no Espírito Santo.

A droga estava acondicionada em 19 fardos encontrados na carroceria de um caminhão com placa do Espírito Santo.

Os presos foram indiciados por tráfico de drogas e encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Viana II, ficando à disposição da justiça.