Lenovo 0  -

A base da UNDOF nas Colinas do Golã. Foto: UNDOF

A base da UNDOF nas Colinas do Golã. Foto: UNDOF

Rio de Janeiro.- As Nações Unidas informaram nesta quinta-feira (28) que 43 integrantes da Força da ONU de Observação do Desengajamento (UNODF) presentes nas Colinas do Golã foram detidos por um grupo armado.

Segundo nota da ONU Brasil, divulgada em idioma português, no dia 28 de agosto, os capacetes-azuis foram capturados na vizinhança de Al Qunaytirah durante intensos combates entre o exército sírio e grupos armados. Além disso, outros 81 membros da Força de Paz se encontram neste momento restritos a sua posição perto de Ar Ruwayhinah e Burayqah.

“As Nações Unidas está fazendo todo o esforço para garantir a liberação dos militares e para restaurar a liberdade total de movimento da Força em toda a sua área de operação”, disse a Organização.

Os capacetes-azuis da UNDOF foram anteriormente detidos por grupos armados em março e maio de 2013, mas foram postos em liberdade em segurança. A Força conta com 1.223 membros de seis países – Fiji, Índia, Irlanda, Nepal, Holanda e Filipinas.

Os integrantes da Força de Paz servindo com a UNDOF monitoram o acordo de desengajamento de 1974 entre a Síria e Israel depois da guerra de 1973. Em junho desde ano, o Conselho de Segurança da ONU estendeu o mandato da missão até 31 de dezembro de 2014.

La Nación 0