Etiquetas

, , , ,

GMAT 1Foto: Banco Mundial/Gennadiy Kolodkin (arquivo)

Foto: Banco Mundial/Gennadiy Kolodkin (arquivo)

Rio de Janeiro, Brasil.- Preocupado com relatos de acesso e tomada por parte dos grupos terroristas dos campos petrolíferos e oleodutos na Síria e no Iraque, o Conselho de Segurança da ONU, em uma declaração emitida nesta segunda-feira (28), condenou fortemente qualquer tipo de negociação comercial de petróleo com ou para o benefício, direto ou indireto, dos grupos terroristas. O órgão enfatizou que tal engajamento constitui apoio financeiro para o terrorismo.

“O Conselho de Segurança observa com preocupação que qualquer campo petrolífero e infraestrutura relacionada, controladas por organizações terroristas, podem gerar renda material para o terrorismo, o que apoiaria assim os seus esforços de recrutamento, incluindo de combatentes terroristas estrangeiros, e reforçando a sua capacidade operacional para organizar e realizar ataques terroristas”, alertou.

comunicado, divulgado pelos 15 países-membros do Conselho de Segurança, lembrou que todos os demais países-membros da ONU precisam garantir que suas organizações nacionais e qualquer pessoa em seu território não se envolvam em nenhuma transação comercial ou financeira com grupos terroristas, particularmente o Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL) e Jabhat Al-Nusra.

Cabe assinalar que a informação foi divulgada no dia 29 de julho, no idioma português, pela ONU Brasil.

Walmat 0Renault 0