Etiquetas

, , , ,

Amazonas recebe a I Copa de Futebol Ribeirinho

Apoiada pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), iniciativa durante a Copa do Mundo de 2014 contará com a participação de 38 times

C16 Foto FASManaus, Amazonas, Brasil.– Press Release FAS.Durante a Copa do Mundo de 2014, o Amazonas também receberá I Copa de Futebol Ribeirinho. Realizada pela Associação das Comunidades Sustentáveis do Rio Negro (ACS Rio Negro), a iniciativa conta com apoio da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), por meio do Programa Bolsa Floresta (PBF) em seu componente Social e de diversos parceiros. Iniciada no último sábado (14/06), a Copa envolve 38 times divididos nas categorias máster, masculino, feminino e sub-17. Outras duas rodadas acontecerão no domingo (29/06), na Comunidade Santa Helena do Inglês, e em 06/07, na comunidade do Saracá.

“A realização da I Copa de Futebol Ribeirinho do Rio Negro é mais uma iniciativa para fortalecer o turismo de base comunitária na região. Assim, os turistas que vierem a Manaus poderão complementar o prazer de ver os jogos da Arena da Amazônia com uma experiência cultural única”, comenta o superintendente geral da FAS, Virgílio Viana.

Os ribeirinhos organizaram esta Copa para oferecer aos turistas e visitantes uma atração adicional aos roteiros propostos pela campanha Passaporte Verde (www.passaporteverde.org.br), iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), com seis comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro. Este roteiro inclui pernoite em pousada sustentável e a possibilidade de acompanhar a Copa de Futebol Ribeirinho.

“Esse campeonato tem muito significado para a reserva, pois serve como uma ferramenta de inclusão entre todas as comunidades e pessoas da reserva. A economia gira, pois cada comunidade recebe visitantes de todas as outras, e esse impacto é sempre muito positivo”, explica José Roberto Nascimento, presidente da Associação de Moradores da RDS Rio Negro.

A divulgação dos roteiros tem como objetivo apoiar a qualificação da cadeia produtiva do turismo e a implantação de infraestrutura básica e turística nessas localidades, além de ações de educação ambiental apoiadas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Ministério dos Esportes (ME) e Ministério do Turismo (Mtur).

Turismo de Base Comunitária no Amazonas

A comunidade Santa Helena do Inglês construiu uma pousada comunitária, visando atender os turistas que vierem acompanhar o torneio de futebol. O empreendimento foi construído em parceria com o componente Renda do Programa Bolsa Floresta (PBF), gerenciado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e financiado pelo Fundo Amazônia/BNDES. A pousada conta com oito quartos para quatro pessoas cada. As diárias giram em torno de R$ 80, com café da manhã incluso.

O roteiro da margem esquerda conta com as comunidades Colônia Central, São João do Tupé, Julião, Bela Vista, São Sebastião e Nova Esperança, incluindo atrativos como canoagem, banho de rio e pesca cabocla.

Ambos roteiros são resultados de uma soma de esforços da FAS, Centro Estadual de Unidades de Conservação (CEUC/SDS), Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAS), Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), ONG Nymuendaju e do Fórum Permanente de Defesa das Comunidades Ribeirinhas de Manaus (Fopec).

Sobre a FAS:

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma organização brasileira não governamental, sem fins lucrativos, de utilidade pública estadual e federal. Foi criada em 20 de dezembro de 2007, por meio de uma parceria entre o Governo do Estado do Amazonas e o Banco Bradesco e, posteriormente, passou a contar com o apoio da Coca-Cola Brasil (2009), do Fundo Amazônia/BNDES (2010) e da Samsung (2010), além de outras parcerias em programas e projetos desenvolvidos. Os dois principais programas implementados são o Programa Bolsa Floresta e o Programa de Educação e Saúde. Saiba mais: www.fas-amazonas.org.