Etiquetas

, ,

Copa do Mundo de Futebol

Secretary-General Ban Ki-moon shakes hands with Brazilian Ambassador Antonio de Aguiar Patriota at event marking the start of the 2014 FIFA World Cup in Brazil. UN Photo/Paulo Filgueiras

Secretary-General Ban Ki-moon shakes hands with Brazilian Ambassador Antonio de Aguiar Patriota at event marking the start of the 2014 FIFA World Cup in Brazil. UN Photo/Paulo Filgueiras

Rio de Janeiro.- Faltando poucos dias para o início da Copa do Mundo de Futebol no Brasil, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, convidou nessa segunda-feira (9) os 32 embaixadores dos países que vão participar do evento a trocarem os ternos pelas camisetas de suas seleções. Além de mostrar o entusiamo pelo campeonato, o chefe da ONU quis ressaltar, através dessa ação simbólica, os “melhores valores do esporte: o trabalho em equipe, o “fair play”, o jogo limpo e o respeito mútuo”.

O esporte possui a capacidade única de unir os povos e mostrar a todos o que temos em comum. Não há melhor prova desse fato que o ato que realizamos hoje. Em qual outro encontro na ONU os embaixadores deixariam seus ternos de lado para vestir as camisas de suas seleções?”, perguntou o chefe da ONU.

Em uma entrevista à Rádio ONU, o representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas, Antonio Patriota, falou sobre sua iniciativa de reunir os outros representantes, o secretário-geral e o presidente da Assembleia Geral, John Ashe, para tirar uma foto histórica.

Fizemos uma demonstração de confraternização em torno do esporte; o esporte que nós concebemos como instrumento promotor da paz, do desenvolvimento, da saúde, da educação, muito voltado para a juventude também. Acredito que com essa pequena demonstração de união em torno do esporte, os embaixadores aqui nas Nações Unidas estarão também dando um abraço ao Brasil num momento em que o País se organiza para sediar a Copa do Mundo”, disse Patriota.

O evento também contou com a presença de várias crianças de escolas de Nova York, muitas vestidas com os uniformes dos diversos times que participarão da competição. Para ouvir a entrevista completa do embaixador Patriota, clique aqui.

Também nesta segunda-feira (9), o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS) lançou oficialmente a campanha “Proteja o Gol” durante um evento em Salvador, uma das cidades-sede do campeonato. O diretor executivo da agência da ONU, Michel Sidibé, disse que o UNAIDS quer aproveitar a paixão e solidariedade da Copa do Mundo para envolver a todos nos esforços de garantir que jovens de todo o mundo se protejam contra o HIV e tenham acesso aos serviços disponíveis para o seu tratamento.

Cabe assinalar que, a informação foi traduzida e divulgada pela ONU Brasil, no dia 10 de junho.