Rio de Janeiro, Brasil.- Segundo um novo relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), mais de 70% da população mundial não beneficia de uma cobertura adequada de proteção social.

Segundo a vice-diretora-geral da OIT, Sandra Polaski, “apenas 27% da população mundial se beneficia de uma ampla cobertura pela proteção social. Para a grande maioria da população global, o direito humano fundamental à segurança social não se realiza de todo, ou somente de maneira parcial, o que deixa bilhões de pessoas inseguras”.

Ela também explicou que apenas 12% dos desempregados em todo o mundo recebem assistência social. No Oriente Médio e na África, este número não ultrapassa os 3%.

No entanto, o relatório aponta o caso positivo do Brasil onde, desde 2009, vem aumentando o número de cidadãos que recebem assistência social e que têm acesso ao salário mínimo.

“A proteção social pode ajudar os mais vulneráveis da sociedade a colocar o pé no primeiro degrau da escada rumo a uma vida decente”, concluiu Polaski.

Cabe assinalar que a informação foi divulgada em idioma no dia 4 de junho pela ONU Brasil