Ocorrem nesta sexta-feira (21) o lançamento da Iniciativa Brasileira de Aprendizagem para um Mundo Sem Pobreza (WWP) e o encerramento do Fórum de Aprendizagem Sul-Sul sobre Proteção Social e Trabalho.

Muitos jovens iraquianos querem sair do país, mas têm pouca informação sobre procedimentos para migrar legalmente. Foto: IOM

Rio de Janeiro, Brasil.- Nesta sexta-feira, 21 de março, haverá o lançamento da Iniciativa Brasileira de Aprendizagem para um Mundo Sem Pobreza (WWP), que contará com a presença dos dirigentes máximos no Brasil das quatro instituições parceiras na iniciativa: Tereza Campello, ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS); Marcelo Neri, ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE) e presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA); Jorge Chediek, representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD); e Deborah Wetzel, diretora do Banco Mundial para o Brasil.

As instituições parceiras se juntaram nesta Iniciativa para reunir as lições e conhecimentos sobre a assistência social e redução da pobreza. O objetivo é sistematizá-los e compartilhá-los entre formuladores de políticas, gestores e técnicos de programas sociais, além dos interessados e beneficiários dos programas sociais de todo o mundo.

O lançamento ocorrerá logo após encerramento do Fórum de Aprendizagem Sul-Sul sobre Proteção Social e Trabalho. O Fórum, organizado pelo Banco Mundial, trouxe ao Brasil mais de 200 gestores sênior e formuladores de políticas de proteção social de 70 países em desenvolvimento, para trocar experiências em como desenvolver sistemas de proteção social.

Cabe assinalar que a informação foi remitida pela ONU Brasil no mesmo dia 21 de março.