Etiquetas

, , ,

Medellín, na Colômbia, sediará sétima edição do Fórum Urbano Mundial (FUM7). Foto: BORIS G/Flickr.com/gameoflight

Medellín, na Colômbia, sediará sétima edição do Fórum Urbano Mundial (FUM7). Foto: BORIS G/Flickr.com/gameoflight

Rio de Janeiro, Brasil.- Mais de 10 mil pessoas de 160 países já se inscreveram para a 7ª edição do Fórum Urbano Mundial (FUM7), promovido pelo Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT). O credenciamento vai até 16 de março.

Cabe dizer que a informação foi divulgada traduzida ao idioma prortuguês pela ONU Brasil no dia 4 de fevereiro.

O evento técnico é convocado para avaliar os desafios que o planeta enfrenta em relação aos assentamentos humanos, como a rápida urbanização e seu impacto nas cidades, comunidades, economias, políticas, mudanças climáticas etc.

Equidade Urbana no Desenvolvimento de Cidades – Cidades para a Vida” é o tema que vai pautar os debates deste ano, reunindo especialistas do mundo inteiro. Também estão confirmadas as presenças de quatro chefes de Estado, mais de 100 ministros e 500 prefeitos, além de personalidades como o prêmio Nobel de Economia de 2001, Joseph Stiglitz.

O FUM7 será a primeira oportunidade para dialogar sobre o estado das cidades e apresentar conteúdo para a Agenda de Desenvolvimento pós-2015, assim como para a revisão da agenda urbana rumo à Conferência da ONU sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Habitat III, em 2016.

Como em edições anteriores, o FUM7 terá área de exposição, sessões de treinamento e lançamento de publicações. O encontro será realizado de 5 a 11 de abril, no centro de convenções Plaza Mayor, em Medellín, Colômbia.