Martínez fala no Dia Internacional contra a Corrupção

Martínez fala no Dia Internacional contra a Corrupção

Assunção, Paraguai. – No inicio de dezembro de 2013 o governo do Paraguai destacou a importância da luta contra a corrupção com uma série de atividades, realizadas com apoio do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). Na segunda-feira, 9 de dezembro, o Dia Internacional contra a Corrupção foi comemorado com um evento no Palácio do Governo e contou com a presença do Presidente Horacio Cartes.

Segundo uma nota divulgada pela ONODC, durante o evento, a Secretaria Nacional Anticorrupção (SENAC) do Paraguai anunciou o início de um trabalho interinstitucional para a elaboração de uma estratégia nacional de combate à corrupção. Esta iniciativa conta com o apoio do Escritório de Ligação e Parceria do UNODC no Brasil, no âmbito do Programa de Fortalecimento do Estado de Direito, Segurança e Justiça no Paraguai.

Durante o encontro, a Ministra do SENAC, Soledad Quiñonez, disse que a corrupção é o maior desafio do mundo contemporâneo que afeta toda a humanidade, sem distinção de países, e é um mal endêmico presente em todas as regiões do mundo globalizado. “O Paraguai não escapa desse problema global”, ressaltou.

Também estiveram presentes o Vice-Presidente Juan Afara, ministros do Gabinete, representantes das Nações Unidas, embaixadores de outros países, e representantes de organizações sociais.

O Assessor Sênior do UNODC, José Manuel Martínez, ressaltou a importância do intercâmbio de experiências e da cooperação dos órgãos internacionais, para promover planos para enfrentar e combater a corrupção e fortalecer os quadros legais e institucionais contra ela. Para este fim, ele disse que é necessário lançar uma estratégia nacional envolvendo todos os setores da sociedade.

Semana Nacional de Integridade Judicial

Martínez também ressaltou o apoio do UNODC à Semana Nacional de Integridade Judicial, organizada pela Suprema Corte de Justiça com diversas atividades para fortalecer o Poder Judicial por meio do controle, da transparência e da participação cidadã. A Semana teve início na segunda-feira, com a abertura do Primeiro Simpósio Nacional contra a Corrupção e da Expo Justiça, com a presença do Ministro da Suprema Corte de Justiça, Luis María Benítez Riera; da doutora Noyme Yore, responsável do Ministério da Defesa Pública, representantes das Nações Unidas, além de autoridades nacionais.

A Expo Justiça, que acontece desde terça-feira no Palácio da Justiça da capital, é um espaço para a socialização dos avanços do Poder Judicial em relação à transparência e ao combate à corrupção.. A exposição se entende até hoje em todos os distritos do país.

 Outras atividades também foram realizadas ao longo da semana, como uma visita guiada ao Poder Judiciário, um debate sobre acesso à informação e uma palestra sobre as recomendações das convenções contra a corrupção dos Estados Parte.