Foto via UN News

Foto via UN News

Rio de Janeiro, Brasil.- Seis resoluções foram aprovadas na semana passada durante a conferência das Nações Unidas contra a corrupção, promovida no Panamá pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). Isto divulgado em nota da ONU Brasil no dia 2 de dezembro, traduzida no idioma português.

Essas medidas e outras três decisões, que incluem abordagens sobre o setor privado, a educação e o reforço da cooperação internacional, devem fortalecer o combate a esta prática que tem efeitos corrosivos no “Estado de Direito, governança, lucros e meios de subsistência”, de acordo com o diretor da Divisão de Assuntos relacionados aos Tratados do UNODC, John Sandage.

Para ele, os jovens também têm um papel importante neste processo porque são “um valioso recurso e fonte potencial para a mudança”.

A Convenção da ONU contra a Corrupção é impulsionada por um Mecanismo de Revisão que, nos seus primeiros quatro anos, já treinou 1,4 mil especialistas contra a corrupção; ajudou 35 países a alterar suas legislações e está liderando uma discussão global inédita para a promoção da boa governança, da transparência e da responsabilidade.

Em 2015, a Conferência dos Estados-Parte da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção vai lançar o segundo ciclo de revisão na 6ª Sessão da Conferência dos Estados-Partes, que será realizada na Rússia.