Contingente do Senegal em Darfur. Foto: UNAMID/Albert Gonzalez Farran


Contingente do Senegal em Darfur. Foto: UNAMID/Albert Gonzalez Farran

Rio de Janeiro, Brasil.- O secretário-geral da ONU condenou o ataque contra um comboio da força de paz em Darfur que matou três policiais senegaleses no domingo (13).

Segundo a Missão Conjunta da União Africana e das Nações Unidas para Darfur (UNAMID), policiais da ONU escoltavam um comboio que levava água de El Geneina para a principal base da missão em Darfur Ocidental quando foram emboscados por um grupo armado não identificado.

Três policiais foram mortos e um ficou ferido. Os criminosos levaram um veículo que depois foi recuperado a sete quilômetros do local do ataque.

Ban enviou condolências aos familiares, amigos e ao Governo do Senegal. O secretário-geral da ONU também afirmou que os ataques são inaceitáveis e pediu que o Governo do Sudão leve os responsáveis a julgamento.

O chefe da UNAMID, Mohamed Ibn Chambas, descreveu o fato como crime grave e elogiou agentes sudaneses pela perseguição aos criminosos, que acabou no confronto.

Esses incidentes são um lembrete para todos nós do preço alto que pagamos pela falta da paz. Nossos policiais fizeram o sacrifício máximo na tentativa de trazer a paz para Darfur.”

Cabe assinalar que a informação, traduzida em idioma português, foi divulgada pela ONU Brasil no dia 15 de outubro.