C3 Foto ONU Brasil    -Rio de Janeiro, Brasil.- A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Via Campesina estabeleceram parceria de cooperação. A iniciativa faz parte da nova estratégia da agência da ONU de fortalecer os laços com os movimentos sociais, organizações de base e ONGs que compartilham a meta de erradicar a fome, a desnutrição e a insegurança alimentar.

Segundo informação da ONU Brasil, divulgada no dia 9 de outubro, o acordo firmado pelo diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, e a coordenadora-geral da Via Campesina, Elizabeth Mpofu, é um marco nas relações da FAO com organizações da sociedade civil.

A Via Campesina reúne mais de 200 milhões de agricultores, pequenos produtores, sem-terra, povos indígenas, migrantes e trabalhadores rurais de 164 organizações em 79 países num movimento autônomo e independente que defende a agricultura sustentável de pequena escala como forma de promover a justiça social e a dignidade dos povos.

A FAO apoiará a participação da Via Campesina em processos políticos de diferentes níveis, promoverá o diálogo para a concepção de iniciativas locais sustentáveis, projetos e intervenções de emergência e discutirá diversos assuntos de interesse comum, como a terra, as sementes e as práticas agroecológicas dos pequenos agricultores.

Sempre digo que para trabalhar em conjunto não é importante concordar em tudo, mas, sim, ter o mesmo objetivo, e estamos convencidos de que os pequenos agricultores fazem parte da solução para a fome”, declarou Graziano em Roma, na Itália.