Membros da delegação do Conselho de Segurança da ONU são recebidos por funcionários da MONUSCO ao pousarem em Goma, na República Democrática do Congo (RDC). Foto: MONUSCO/Sylvain Liechti

Membros da delegação do Conselho de Segurança da ONU são recebidos por funcionários da MONUSCO ao pousarem em Goma, na República Democrática do Congo (RDC). Foto: MONUSCO/Sylvain Liechti

Rio de Janeiro, Brasil.- Em uma visita oficial a países da região dos Grandes Lagos da África, os 15 membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas têm se reunido nos últimos dias com vários chefes de Estado para discutir a implementação do acordo de paz assinado no início deste ano.

Assinado em fevereiro pela República Democrática do Congo (RDC), juntamente com outros 10 países e quatro instituições regionais e internacionais sob os auspícios da ONU, o Quadro para a Paz, Segurança e Cooperação para a RDC e região apresenta uma abordagem abrangente para a paz sustentável.

No fim de semana, a delegação do Conselho de Segurança foi à RDC, onde se reuniu com o presidente Joseph Kabila e outros funcionários do alto escalão em Kinshasa, capital.

Neste domingo (6), eles viajaram para Goma, na província de Kivu do Norte, onde grupos rebeldes entraram em conflito diversas vezes com forças nacionais da RDC em 2012, deslocando mais de 100 mil pessoas.

Nesta segunda-feira (7), a delegação esteve em Ruanda, onde se reúne com o presidente Paul Kagame, em Kigali. Os membros do Conselho também foram a Kampala, em Uganda, onde se encontraram com o presidente Yoweri Museveni.

Ainda nesta segunda-feira (7), eles chegaram em Adis Abeba, onde se reuniram com o primeiro-ministro, Hailemariam Desalegn, e com o Conselho de Paz e Segurança da União Africana.

Cabe assinalar que a informação foi traduzida e divulgada no dia 8 de outubro pela ONU Brasil. A delegação deve retornar a Nova York nesta quarta-feira (9).