Foto: UNODC

Foto: UNODC

Rio de Janeiro, Brasil.- Este é o momento de tornar a boa governança e o combate à corrupção um elemento integrante de um compromisso global para o desenvolvimento, disse nesta quarta-feira (25) o diretor executivo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), Yury Fedotov.

Há uma crescente percepção de que a corrupção e a falta de boa governança representam uma grande ameaça para o desenvolvimento social e econômico, e que têm impedido o progresso dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM)”, disse Fedotov.

O chefe do UNODC falou em um evento em Nova York, nos Estados Unidos, que ocorre paralelamente ao debate geral da 68a sessão da Assembleia Geral da ONU. O encontro, intitulado “Olhando para 2015 e além: o papel do combate à corrupção e da governança”, foi organizado pelo UNODC, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e pela organização não governamental Transparência Internacional.

Fedotov citou um relatório divulgado em julho passado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, sobre o avanço da agenda de desenvolvimento das Nações Unidas para além de 2015. O documento reconheceu a importância da “governança efetiva, baseada no Estado de Direito e nas instituições transparentes” como um resultado e facilitador do desenvolvimento.

O desenvolvimento sustentável e sua relação com a boa governança e combate à corrupção serão abordados na V Conferência dos Estados Partes da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, que acontecerá na Cidade do Panamá, Panamá, entre os dias 25 e 29 novembro de 2013. O evento bienal reunirá cerca de 1.500 representantes dos Estados-membros, de parlamentos, organizações intergovernamentais, sociedade civil, setor privado e mídia.

Cabe assinalar que a informação, traduzida em idioma português, foi divulgada nas ultimas hora pela ONU Brasil.