Brasília, 9 de setembro de 2013 –  O Simpósio Internacional sobre Drogas: da Coerção à Coesão acontece entre os dias 9 e 11 de setembro no  Museu Nacional da República, em Brasília, com a presença de mais de 600 participantes. O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), guardião das convenções sobre drogas, lançou em 2010 o documento Da coerção à coesão – Tratamento da dependência de drogas por meio de cuidados em saúde, que orientou a discussão sobre a organização desse evento.

Segundo UNODC, o encontro pretende ser um momento de debate entre diversos setores da sociedade para promover a troca de experiências sobre políticas públicas voltadas à questão das drogas, buscando respostas que considerem as necessidades dos usuários do ponto de vista da saúde, sem estigma, nem discriminação. Entre os convidados confirmados estão Gilberto Gerra (Chefe do Departamento de Prevenção às Drogas e Saúde do UNODC), Julio Calzada (Junta Nacional de Drogas do Uruguai), Pavel Bem (Prefeito de Praga, República Tcheca), Mike Trace (Diretor do International Drug Policy Consortium – IDPC), Paulo Vannuchi (integrante da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos – OEA) e Paul E. Simons (Secretário Executivo da Comissão Inter-Americana de Controle de Abuso de Drogas- CICAD/OEA).

A abertura oficial do Simpósio acontece hoje a partir das 19h, com autoridades do governo brasileiro e de organismos internacionais. As mesas do evento, programadas para terça e quarta, discutirão temas como direitos humanos, economia e papel da mídia no debate sobre drogas. O evento terá transmissão ao vivo pelo Portal de Saúde.

Também hoje haverá uma reunião técnica pré-Simpósio com cerca de vinte especialistas, entre eles Fabienne Hariga, especialista em HIV/Aids do UNODC. O objetivo é discutir o uso de drogas no Brasil e o perfil epidemiológico da Aids e das hepatites virais. Essa reunião retoma as recomendações resultantes da reunião técnica global sobre uso de drogas estimulantes e HIV, realizada pelo UNODC junto com o Ministério da Saúde em janeiro de 2012.

O Simpósio conta com a organização e apoio do Ministério da Justiça, por meio da Secretaria de Políticas sobre Drogas (SENAD); O ministério da Saúde, por meio do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais/Secretaria de Vigilância em Saúde e da Área Técnica de Saúde Mental, Álcool e outras drogas/Departamento de Articulação de Rede de Atenção à Saúde/Secretaria de Atenção à Saúde; o UNODC e a Organização Pan-Americana da Saúde(OPAS), em parceria com a Internacional Drug Policy Consortium (IDPC) e o Instituto Igarapé.

Serviço:

Simpósio Internacional sobre Drogas: da Coerção à Coesão

Datas: 09 a 11 de setembro

Local: Museu Nacional da República, Brasília