B6 Foto ONU Brasil     -

Photo: IRIN/Edgar Mwakaba

Rio de Janeiro, Brasil.- O dinheiro que é roubado por meio da corrupção a cada ano é suficiente para alimentar 80 vezes todas as pessoas que passam fome no mundo. Este foi um dos dados apresentados durante um painel sobre o impacto negativo da corrupção nos direitos humanos que aconteceu em Genebra, na Suíça.

Propinas e roubos aumentam em 40% o custo de projetos para oferecer água potável e saneamento em todo o mundo.

È procedente assinalar que a informação foi traduzida à idioma português e divulgada pela ONU em Brasil, no dia 18 de março.

A Chefe de Direitos Humanos da ONU, Navi Pillay, disse que “a corrupção é um enorme obstáculo para a implementação de todos os direitos humanos em todas as esferas: civil, política, econômica, social e cultural.”

Ela lembrou também que, de 2000 a 2009, os países em desenvolvimento perderam 8,44 trilhões de dólares para fluxos financeiros ilícitos – o equivalente a dez vezes a ajuda externa que receberam.

O evento organizado pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) e pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) aconteceu na quinta-feira (13).