B5 Foto ONU Brasil -    -Rio de Janeiro, Brasil.- O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, comemorou um acordo assinado na sexta-feira (8) pelo Sudão e o Sudão do Sul que visa reforçar a segurança das fronteiras e levar à resolução permanente de questões pendentes entre os dois países.

O acordo diz respeito ao estabelecimento de uma zona de fronteira desmilitarizada e segura, a implantação de uma verificação conjunta de fronteira e de um mecanismo de monitoramento já em vigor desde o último sábado (10).

É preciso dizer que, a informação foi divulgada, no idioma português, pela ONU Brasil.

Mesmo com a independência do Sudão do Sul, em 2011, tendo significado o auge de um processo de paz de seis anos, ajudando a acabar com um longo conflito entre os dois países, confrontos armados ao longo da fronteira comum ameaçam a paz. Uma das questões-chave pendentes envolve a área de Abyei, rica em petróleo.

Em setembro passado, líderes dos dois países se reuniram na Etiópia, onde chegaram a um acordo para a cooperação em matéria de segurança, fronteira comum e relações econômicas.

Com este acordo, não deve haver mais condições para a implementação imediata dos outros acordos assinados em 27 de setembro, incluindo o acordo sobre petróleo”, afirmou o porta-voz de Ban Ki-moon, reiterando a disposição das Nações Unidas em ajudar ambos os países nesse processo.