A0 Foto ONU no Brasil   -Rio de Janeiro, Brasil.- O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou na noite desta quinta-feira (21) a série de atentados que atingiram Damasco, capital da Síria, também no mesmo dia. Dentre estes está a explosão de um carro-bomba no centro da cidade que matou 53 pessoas e deixou mais de 200 feridas, de acordo com relatos da mídia.

O Secretário-Geral renova o seu apelo a todas as partes para acabar com a violência e respeitar o direito internacional humanitário”, disse um porta-voz de Ban Ki-moon em uma declaração, transmitindo também condolências do Secretário-Geral para as famílias das vítimas.

O Secretário-Geral reitera sua firme convicção de que o recurso aos meios de violência e militar só vai levar a mais sofrimento e destruição e que uma solução política é a única saída”, acrescentou.

Cerca de 70 mil pessoas, a maioria civis, foram mortas na Síria desde que se iniciaram os levantes contra o presidente Bashar al-Assad, em março de 2011.

É preciso assinalar que a informação deste artigo foi traduzida e divulgada pela ONU no Brasil no dia sexta-feira 22 de fevereiro.